(87) 3847 - 2049

9 9603 - 0609

9 9958 - 7530

A Número

do seu 

Coração!

Geração de emprego em PE tem melhor outubro desde 2011, mas saldo do ano é negativo

21 NOV 2017
21 de Novembro de 2017

Pernambuco criou 8.718 vagas de trabalho com carteira assinada em outubro deste ano, de acordo com informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Esse foi o melhor resultado dos últimos anos, mas o estado também apresenta fechamento de 125 postos formais de trabalho neste ano. Nos últimos 12 meses, foram fechadas 18.813 vagas.

 

O resultado do mês de outubro seguiu a tendência do país, que criou 76.599 vagas de trabalho com carteira assinada em outubro. O número é a diferença entre as contratações, que somaram 1.187.819, e o de demissões no mês passado, que totalizaram 1.111.220. Em Pernambuco, foram 36.056 trabalhadores contratados e outros 27.338.

 

Em outubro do ano passado, foram fechadas 3.549 vagas formais de emprego. O melhor resultado do estado, na série histórica iniciada em 2003, é o ano de 2010, quando o mês de outubro registrou a criação de 15.781 vagas.

 

O saldo positivo deste ano foi puxado pela agroindústria canavieira, com 3.665 vagas criadas na indústria da transformação e 3.219 na agropecuária. Também tiveram mais contratações que demissões os setores de serviços, com saldo de 891 postos formais, e o comércio, com 764.

 

O Recife também teve resultado positivo na geração de empregos. Foram 11.070 trabalhadores contratados e outros 10.957 demitidos, resultado em 113 novas vagas formais.

Os municípios que mais geraram novos postos de trabalho, em números percentuais, foram Ribeirão com 371 novos postos de trabalho, seguido por Água Preta (+ 99), Barreiros (+239), Sirinhaém (+522) e Moreno (+356).

 

O resultado de geração de empregos em outubro, em Pernambuco, foi o terceiro melhor do país, ficando atrás apenas dos estados de Alagoas e São Paulo, que tiveram, respectivamente, 16.393 e 11.349 novos postos de trabalho.

 

Desemprego

A taxa de desemprego em Pernambuco no terceiro trimestre de 2017 foi a maior verificada no país, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), divulgados em novembro.

 

O estado superou os 12,4% registrados nacionalmente e atingiu 17,9%, o que corresponde a 734 mil pessoas sem ocupação nos meses de julho, agosto e setembro deste ano, o que corresponde a 734 mil pessoas sem ocupação nos meses de julho, agosto e setembro deste ano.

 

Se comparado com o trimestre anterior de 2017, o resultado de 17,9% representa uma melhora para Pernambuco, já que a taxa de desocupação entre os meses de abril e junho no estado foi de 18,8%. Em relação ao terceiro trimestre de 2016, no entanto, houve um aumento de 2,6%.

 

Agência do Trabalho

Pernambuco conta com 29 unidades de atendimento da Agência do Trabalho, que oferece diariamente vagas de emprego. Além das unidades físicas, é possível ver os postos disponíveis através do site da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação do Governo de Pernambuco.

 

As agências contam com serviços que vão de emissão de Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) ao encaminhamento a vagas de emprego e à habilitação ao Seguro Desemprego, além de capacitações.

Voltar


Tá Feliz

Tá na Cidade,